Pular para o conteúdo principal

PROJETO VIDA`RTE



PROJETO VIDA´RTE



HISTORICO:
Projeto Vida´rte foi idealizado em 1990 para atender as demandas da juventude excluída do Jardim Peri Alto situado na Vila Nova Cachoeirinha  Zona Norte de São Paulo, implementado com o apoio da Pastoral da Juventude da Paróquia Cristo Ressuscitado da Região Episcopal Brasilândia, onde atuou por quase 10 anos sob a coordenação da Professora Lúcia Martins Peixoto. 

APRESENTAÇÃO GENÉRICA DO PROJETO
O Projeto Vida´rte tem finalidade sócio-cultural, tendo como principal linha metodológica o Teatro do Oprimido, visando o resgate da cidadania por meio da expressão cultural.

Público alvo: Adolescentes e jovens de baixa renda, moradores de bairros periféricos, de forma a promover a inclusão por meio da democratização cultural.

Objetivo geral: 
  • Promover princípios éticos em defesa da vida para a viabilização de uma cultura de paz e pleno exercício da cidadania.

Objetivos específicos: 
  • Desenvolver oficinas de artes (Teatro, dança, música, poesia, etc) em espaços próprios e  alternativos (escolas,Igrejas, associações, praças etc).
  • Promover encontros, rodas de conversa, palestras e debates visando a convivência pacífica, integração na vida comunitária, desenvolvimento sustentável e preservação do planeta.  
  • Viabilizar junto à sociedade e ao poder público, otimização e construção de espaços específicos para as manifestações culturais.
Metas:
O projeto tem como Meta principal a melhoria da qualidade de vida da população que vive nos bairros periféricos, garantindo opção de lazer aos adolescentes e jovens, combatendo a ociosidade, o consumo de drogas e por conseqüência a disseminação da violência

Metodologia:
O projeto VIDA´RTE, tem como marco referencial a metodologia do Teatro do Oprimido (TO) desenvolvida por Augusto Boal, em meados da década de 60, e hoje praticada em mais de 70 países. É um método estético que sistematiza Exercícios, Jogos e Técnicas Teatrais que objetivam a desmecanização física e intelectual de seus praticantes para o fazer artístico, seja por meio de oficinas, cursos ou outras atividades de caráter educativo.
Cronograma:
O projeto é dinâmico, de modo que cada grupo definirá seu próprio cronograma
As oficinas temáticas tem duração de 3 mês sendo 1 vez por semana com duração de 2 horas.
Cursos e palestras devem ser definidos de acordo com o tema e a dinâmica de cada grupo.

Orçamento:
O projeto deve ser auto-sustentável, dependendo da comunidade local e dos participantes sua infra-estrutura e manutenção.


CONTATOS:
EMAIL: luciamtpeixoto@msn.com
TEL.:( whatsapp) 951281352

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A APROFFIB apoia e convida a todos para GREVE GERAL no dia 30 de junho

LUTAR É PRECISO!!!
A APROFFIB apoia e convida a todos para GREVE GERAL no dia 30 de junho
"Morrer ou deixar morrer" Não é querer fazer alusão as ideologias nazistas ou a qualquer tipo de ideologias, nem é ser anarquista, mas pelo contrário, é suscitar uma atitude crítica na sociedade em que vivemos. Recordarmos Nietzsche quando diz que nos tornamos passíveis diante dos problemas sem questionar ou lutar, enfim quando fugimos dos nossos direitos, transferimos o nosso poder a outras pessoas. Assim nós o perguntamos “morrer, ou deixar morrer”? Morrer é lutar pelos seus direitos, é lutar pela vida é fazer algo de sua existência, e deixar morrer é simplesmente cruzar os braços para tudo, para sociedade e principalmente para esse governo que nos massacra e tira de nós trabalhadores o direito à vida digna, o direito ao trabalho digno e principalmente o direito de se aposentar. E hoje, o que estamos fazendo? Durante o nazismo, o povo alemão matou e deixou morrer “por não saber o que ac…

Nota da APROFFESP sobre a greve geral de 30 de junho/2017

Nota da APROFFESP sobre a greve geral de 30 de junho/2017
“Trabalhadores do mundo inteiro uni-vos!” (K. Marx)

A greve geral do dia 30 de junho foi mais uma data que marcou significantemente a disposição de vários setores da classe trabalhadora em enfrentar de forma organizada os ataques aviltantes impostos pelo governo Temer com o aval do Parlamento, que na sua grande maioria está comprometido com esquemas de corrupção e ainda com a benevolência do STF, cujos membros são indicados pelo Presidente da República, o que no mínimo nos leva a duvidar da imparcialidade de seus ministros, sempre expostos aos interesses escusos das quadrilhas organizadas nos bastidores do poder.
Embora tenha ficado nítido um recuo (que precisa ser explicado!) por parte das grandes centrais sindicais, que diferente do dia 28 de abril, não se empenharam na convocação e na mobilização para garantir uma greve geral. Mesmo assim, aconteceram grandes manifestações por todo o Brasil com repercussão em vários órgãos de i…

Concurso: DIRETOR DE ESCOLA

Gargo:  DIRETOR DE ESCOLA
Inscrições:  de 03/07/2017 a 17/07/2017
Salário:  R$ 3.834,00
Data da Prova:  03/09/2017
Nível:  Superior
Vagas Disponíveis:  1.878
Organizadora:  Nosso Rumo
Edital de Abertura
Taxa de Inscrição: R$ 82,73

O conteúdo programático está pautado na Resolução SE 56, de 14-10-2016

Segue uma versão mais organizada

Resolução SE 56, de 14-10-2016
Dispõe sobre perfil, competências e habilidades requeridos dos Diretores de Escola da rede estadual de ensino, e sobre referenciais bibliográficos e legislação, que fundamentam e orientam a organização de concursos públicos e processos seletivos, avaliativos e formativos, e dá providências correlatas
Pode ser uma chave de interpretação a definição do perfil do Diretor de Escola da rede estadual de ensino, que propicieeducação básica inclusiva, democrática e de qualidade
Diretor de Escola
Sumário 1. Perfil do Diretor 2. Princípios que orientam a ação do diretor na SEE-SP 2.1. Compromisso com uma educação com qualidade e da aprendi…