Pular para o conteúdo principal

CONFISSÕES DE SANTO AGOSTINHO: LIVRO X (SOBRE A GULA E A CURIOSIDADE)

CONFISSÕES DE SANTO AGOSTINHO: LIVRO X (SOBRE A GULA E A CURIOSIDADE)
No Livro X de “Confissões” de Santo Agostinho, observa-se a incansável busca humana pela felicidade, busca essa que segundo o autor se dá no encontro verdadeiro com Deus.  A felicidade não é algo que possa ser experimentada pelos sentidos; ela precisa ser amada e desejada para que, quem procura, seja de fato feliz. A verdadeira felicidade só pode ser experimentada, no entendimento de Agostinho, por alguém que serve a Deus por puro amor.

Para atingir a felicidade plena é necessário o despojamento de todos os pecados que afastam o ser humano de Deus e consequentemente afastam da Felicidade tão almejada. Dentre os pecados que seduzem e aprisionam a alma Agostinho destaca a sedução do perfume, o prazer do ouvido, as seduções que entram pelos olhos, o orgulho, o louvor, a vanglória, o amor próprio a inveja, a gula e a curiosidade, sendo os dois últimos, tema desta nossa breve consideração.

A Gula é apresentada por Santo Agostinho como um dos pecados que nos afastam da graça de Deus e consequentemente nos afastam da Felicidade que buscamos e como os demais pecados devem ser combatidos com jejuns de modo a saciar a fome somente o necessário para a sobrevivência. “A razão do beber e do comer é a conservação da saúde; mas um prazer insidioso acompanha como lacaio essas funções, e sempre tenta tomar a dianteira, de modo que faço pelo prazer o que digo fazer por minha saúde”. Enquanto que a curiosidade é considerada ainda mais perigosa, uma vez que limita o ser humano e o aprisiona ao desejo de por vaidade conhecer além daquilo que lhe é dado a conhecer, disfarça-se de “conhecimento” e “ciência”.

Destarte, em Agostinho a busca da verdade, o encontro com Deus, a felicidade e a superação do pecado são questões subjetivas, uma vez que estão intrinsecamente ligadas aos desejos e anseios de cada individuo, o autor descreve seu doloroso porfiar rumo ao objetivo maior que é estar na graça de Deus, constituindo uma espécie de manual para aqueles que o desejarem seguir. 

http://ebookbrowsee.net/as/as-confiss%C3%B5es-de-santo-agostinho#.U4HObdJdVA0

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

“ESCOLA SEM PARTIDO”: O QUE ISSO SIGNIFICA?

Por Dermeval Saviani

No Brasil o atual governo, resultado de um golpe parlamentar, vem tomando várias iniciativas na direção do abastardamento da educação. A par de medidas como cortes no orçamento, destituição e nomeação de membros do Conselho Nacional de Educação sem consulta, um sinal emblemático da intervenção nos próprios conteúdos e na forma de funcionamento do ensino é o movimento denominado “Escola sem partido” que se apresenta na forma de projetos de lei na Câmara dos Deputados, no Senado Federal e em várias Assembleias Estaduais e Câmaras Municipais do país.

O referido projeto é chamado por seus críticos de “lei da mordaça”, pois explicita uma série de restrições ao exercício docente negando o princípio da autonomia didática consagrado na legislação e nas normas relativas ao funcionamento do ensino. A motivação dessa ofensiva da direita tem um duplo componente.

O primeiro é de caráter global e tem a ver com a fase atual do capitalismo que entrou em profunda crise de caráter e…

Por que um feriado Nacional para celebrar o Dia da Consciência Negra?

Em 9 de janeiro de 2003, foi sancionada a lei n°10.639/03 que institui a obrigatoriedade da inclusão do ensino da História da África e da Cultura Afro-brasileira, nos currículos de estabelecimentos públicos e particulares de ensino da educação básica.

Com a Lei 10.639/03 também foi instituído o dia 20 de novembro como dia Nacional da Consciência Negra sendo outorgada aos estados e municípios decretarem feriado ou não.
A data faz memória ao dia da morte do líder quilombola negro Zumbi dos Palmares. (1655-1695)

Em 06 de Outubro de 2017 a  Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou o Projeto de Lei 296/15, que transforma o Dia Nacional da Consciência Negra em Feriado Nacional

O parecer do relator, deputado Chico Alencar (Psol-RJ), foi pela constitucionalidade, juridicidade e técnica legislativa do projeto e do substitutivo da Comissão de Cultura. Em vez de criar uma nova lei, o substitutivo modifica a Lei 662/49, que define os feriados nacionais.

http://www2.camara.leg.br…

110 Anos de Simone de Beauvoir: "Mulheres, vocês devem tudo a ela!".

Dia 9 de Janeiro de 2018 comemoramos o aniversário  de 110 anos da imortal Simone de Beauvoir. Escritora e filósofa francesa, notória defensora das causas feministas, e uma das maiores representantes do pensamento existencialista francês.

Não é raro questionamentos, ainda hoje, sobre o lugar da mulher na construção histórica do pensamento filosófico, a exemplo de tantas outras áreas, as filósofas tiveram muito da sua contribuição usurpada, bastando um olhar superficial sobre a história da filosofia para notarmos a forma quase sutil com que a presença feminina vai sendo ofuscada e muitas vezes reduzida a um papel secundário, não raras vezes vamos encontrar mulheres mencionadas como: discípulas, amantes, esposas e com menor frequência colaboradoras. No caso de Beauvoir coube-lhe o titulo de "companheira de Sartre" titulo este que ela nunca renegou, sem jamais esconder sua afetividade tão pouco deixar-se diminuir pelo brilho inegável do companheiro.

Nós mulheres não só as …